12 agosto, 2020

Manuscrito: Carta da Marqueza de Pomares a Hermiterio Arantes

Carta manuscrita de 2 páginas com envelope circulado, datada de 24 de Janeiro de 1918, assinada. [Quinra da Portella....Exmo. Snr. Sentindo muito não ter podido responder com prontidão à carta...venho dizer de todo o coração me associo à homenagem que vai prestar á minha grande e querida amiga Maria Amália Vaz de Carvalho. Nunca, com tão alta justiça foi prestado a algum um preito de admiração e de louvor: todos a devem estimar....admirar pelo seu raro talento.... Fico portanto incondicionalmente á disposição da Commissão que promove este grande acto de justiça...].

€ 80,00