10 março, 2019

Valente, Vasco - Uma Dinastia de Ceramistas

Elementos para a história das fábricas de loiça de Massarelos, Miragaia, Cavaquinho e Santo António do Vale da Piedade. Imprensa Moderna, Porto, 1936. Separata da "Revista Prisma". In-4.º de 82 págs. Encadernação meia inglesa com lombada e cantos em carneira, com títulos gravados a ouro sobre a lombada; pastas revestidas de papel marmoreado e com filetes aplicados com ferros de roda; só muito levemente aparado à cabeça e com as folhas tintadas à cor da encadernação; conserva as capas de brochura. Edição ilustrada no corpo do texto com reprodução de dezenas marcas de cerâmica e com fotogravuras de fina impressão que reproduzem valiosas peças de cerâmica artística. Em folha à parte apresenta uma bela gravura, que raramente acompanha a obra, impressa sobre a chapa original, que reproduz a “Fábrica de Louça de Miragaia. [“Uma Dinastia de Ceramistas” condensa importantes subsídios para a história da cerâmica artística portuguesa e portuense nos séculos XIX e princípios do XX. Como refere o autor: “Durante mais de um século, membros de cinco sucessivas gerações da família Rocha não só se dedicaram à indústria cerâmica no Porto e em Gaia, como exerceram, a mais decisiva influência na expansão e alto grau de perfeição que esta atingiu, havendo tido influência nas quatro principais fábricas - Massarelos, Miragaia, Cavaquinho e Santo António do Vale de Piedade”]. Excelente exemplar. Primeira edição de apenas 150 unidades. Raro.
€ 75,00